Diocese de Borba realiza Ordenação Diaconal de Rodrigo Bruce

Pela imposição das mãos e Prece de Ordenação de Dom Zenildo Luiz Pereira da Silva, Bispo Diocesano de Borba, Rodrigo Bruce, seminarista, foi ordenado Diácono transitório da Igreja de Borba, neste sábado, dia 04 de março de 2023. O neo-diácono escolheu a passagem de Lc 22:27 “Eu, porém, estou no meio de vós como aquele que serve”, como luz para a nova missão. 

A celebração de ordenação aconteceu na Basílica de Santo Antônio de Borba, junto aos concelebrantes estava presente o Reitor e formador do Seminário São José, de Manaus, Pe. Zenildo Lima da Silva, assim como os diáconos permanentes, religiosas, seus familiares e toda a comunidade, onde Rodrigo Bruce expressou o seu anseio em assumir o compromisso ministerial de seu diaconato, colocando-se à disposição da igreja e do povo de Deus. 

O diaconato é um dos primeiros compromissos de vocação para o sacramento da ordem, o consagrado se dedica à comunidade-igreja, à caridade e à palavra de Deus nas liturgias. Com a ordenação, o seminarista dá um novo passo rumo ao sacerdócio. 

“O diácono precisa exercer a sua autoridade de maneira discreta e amorosa, servir à missão com o coração caridoso. Fazer uso da simplicidade e da humildade nas ações ministeriais, que seja um diácono Sinodal, que caminha com o povo, que seja diácono Samaritano, que tenha coragem de escolher a bacia de Jesus e não a de Pilatos. Que seja um diácono Catequista, com amor à igreja. Fazendo a comunhão, a Sinodalidade e a obediência”, enfatizou Dom Zenildo. 

 Rodrigo Bruce foi vestido com suas vestes diaconais por seus pais, que em oração e muita emoção apresentaram e ofereceram o filho para o serviço vocacional. 

Em reflexão e acolhida ao presbitério, Dom Zenildo disse ao diácono que “nas dificuldades de caminhada, ele olhe para a cruz, de onde nascem todas as virtudes. Com isto, Jesus será a razão da Jornada, será A estrada, O guia e O fim, de um caminho cheio bons frutos para o reino”.   

Os ministérios ordenados situam-se no horizonte da unidade, da animação, da coordenação e da presidência da comunidade e das ações litúrgicas (cf IGMR 92-95). Nesse viés, o novo diácono deu seu testemunho de caminhada, como um processo de amadurecimento da fé, ressaltando a importância da vivência em comunidade, para sentir o outro, a dor do outro e as experiências que curam o interior do ser humano. Rodrigo também ressaltou o privilégio de exercer a missão na região amazônica, repleta de obstáculos e desafios, que tanto desumanizam e destroem o equilíbrio da vida e da própria natureza, “com essa experiência, minha vocação se firmou”, relatou o diácono. Assim, Rodrigo destacou também que  estará a serviço da Diocese de Borba, junto ao povo, na Paróquia de Cristo Rei e à disposição das diversas demandas eclesiais desta nova Diocese. 

A Diocese de Borba acolhe com festa e oração a missão deste novo filho que decidiu por amor a Jesus e à sua igreja, doar a sua vida para a construção do Reino de Deus nesta terra. 

Sra. Francelina Souza 

Coordenação diocesana da Pascom  

Compartilhe:

Posts Relacionados

Nos Envia uma Notícia