Padre Lucio Nicoletto nomeado bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira 13 de março, o padre Lúcio Nicoletto como quarto bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT). Criada em 13 de maio de 1969, teve como primeiro bispo Dom Pedro Casaldáliga, que foi sucedido por Dom Leonardo Steiner, atualmente cardeal arcebispo de Manaus. Desde 2012, a Prelazia de São Félix tem como bispo Dom Adriano Ciocca, que completa 75 anos no dia 08 de julho de 2024, a quem o Papa Francisco aceito sua renúncia.

Nascido em Este, província e diocese de Pádua (Itália), em 18 de agosto de 1972, foi ordenado diácono em 25 de outubro de 1997 e presbítero em 7 de junho de 1998. Nos primeiros anos de ministério presbiteral, foi vigário paroquial na diocese de Pádua, passando em 2001 a assumir a animação diocesana para as vocações presbiterais, integrando a equipe educativa do Seminário Menor. Nesse período fez um Curso de Psicopedagogia da Formação.

Em 2005 foi designado para fazer parte da missão diocesana da diocese de Pádua no Brasil, na Diocese de Duque de Caxias (RJ). Nesta diocese trabalhou em algumas paróquias e foi formador, reitor e diretor espiritual do seminário interdiocesano de Nova Iguaçu. Igualmente fez parte do conselho diocesano para a formação inicial e permanente do clero e do diaconato permanente, assumiu o Setor Juventude, sendo assistente espiritual da Pastoral da Juventude e do movimento da Renovação Carismática Católica. Em março de 2016 concluiu o Mestrado em Teologia bíblica pela Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro.

Em junho de 2016 iniciou a nova missão diocesana da diocese de Pádua na diocese de Roraima, onde assumiu a paroquia de Caracaraí. Na diocese de Roraima foi responsável diocesano da Catequese e do projeto da Iniciação à Vida Cristã (IVC), também foi Vigário Geral e administrador diocesano na vacância entre Dom Mário Antônio da Silva e Dom Evaristo Spengler.​

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), enviou uma mensagem ao bispo eleito onde manifesta sua alegria, agradecendo “o seu serviço à Igreja no Brasil nos últimos 19 anos como discípulo missionário no Rio de Janeiro e em Roraima”. A mensagem lembra as palavras do Papa Francisco: “A missão da Igreja é tarefa de todos os batizados. Deus dá as capacidades próprias da missão e da vocação de cada um. É um chamado que nos permite desempenhar a nossa tarefa apostólica de maneira ativa e criativa, segundo os dons e carismas que recebeu”.

Na mesma data foram nomeados dom Josafá Menezes da Silva, como arcebispo de Aracajú (SE), que será transferido da arquidiocese de Vitória da Conquista, na Bahia, e dom Rubival Cabral Britto, OFMCap, como bispo da diocese de Bom Jesus da Lapa (BA), transferindo-o da Sede Episcopal de Grajaú (MA).

Assessoor de comunicação CNBB Norte1

Compartilhe:

Posts Relacionados

Nos Envia uma Notícia